Quinta-feira, 29 de Março de 2012

Athletic Bilbao: um exemplo e uma homenagem ao BOM futebol!

Schalke 2-4 ATHLETIC BILBAO [Llorente(2), De Marcos, Muniaín]!

Se houver justiça, o caneco vai para Bilbau! Mais uma ENORME jogatana!
Athletic, Euskal Herriko harrotasuna!

A maioria dos adeptos em Portugal só liga ao Barcelona ou ao Real Madrid em Espanha. Eu sempre admirei o Athletic de Bilbau, por tudo o que o clube representa e pelos valores do mesmo! E agora pela maneira SOBERBA como "jogam à bola" e respeitam o futebol e todos aqueles que o adoram, ainda tenho mais orgulho do meu "afecto" pelo emblema basco! 


publicado por mWo às 22:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Maio de 2011

Que tristeza...

GraÇas a uns senhores (Sim porque eles já estão de férias! Foda-se...) que foram a Braga passear e envergonhar a camisola do Sport Lisboa e Benfica numa 2ªMão de uma Meia-Final Europeia(!), temos na Final da Liga Europa duas equipas que nem conseguem encher o estádio! Pelo que parece, até a UEFA resolveu oferecer bilhetes aos Irlandeses para não terem um estádio com cadeiras verdes à mostra (DAR bilhetes para uma Final Europeia?! Onde é que isto chegou...O meu pai quando foi ver a Final da TaÇa UEFA com o Anderlecht em 1983 à velha Luz com mais de 120000 pessoas, teve de passar por um "inferno" para conseguir um bilhete!...)! Com uma Final Europeia mesmo à "mão de semear", conseguimos perder com um clube tão pequeno que até dói... Fogo como é que a NaÇão Benfiquista pode estar de outra maneira senão deprimida, triste, desiludida, envergonhada, entre outros sentimentos filhos da...? WHAT A SHAME!... 


publicado por mWo às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Abril de 2011

Na frente, mesmo com tanto desperdício!

O Benfica recebeu e venceu esta noite, no Estádio da Luz, o Sporting de Braga por 2-1, na 1ª Mão das Meias-Finais da Liga Europa e está em vantagem para a segunda parte da eliminatória, a realizar em Braga na próxima semana. Os actuais Campeões Nacionais podem-se apenas queixar da falta de eficácia e da falta de sorte, por não terem conseguido uma vantagem mais confortável para o jogo da segunda mão.

 

 

Foi uma primeira parte muito bem conseguida pela equipa de Jorge Jesus, que dominou completamente um Sp.Braga apostado, pura e simplesmente, em defender o empate a zero, tal como uma equipa "pequena" costuma fazer. Aliás, não consigo compreender como é que uma equipa assim consegue chegar a esta fase de uma competiÇão europeia!

Apenas por um sacrilégio, o Benfica não fez qualquer golo nesta primeira parte, tão flagrantes foram as oportunidades de golo desperdiÇadas pelos Encarnados. Cardozo, Saviola, Coentrão, entre outros, não conseguiram desbloquear o marcador e colocar justiÇa na partida, antes do intervalo.

 

Mas como se costuma dizer, "Água mole em pedra dura, tanto dá até que fura" e foi exactamente isso que aconteceu logo aos 5 minutos da etapa complementar, quando Jardel, na recarga a uma cabeÇada de Cardozo ao poste (foi a segunda do paraguaio no jogo!), empurrou a bola para o fundo da baliza de Artur e inaugurou o marcador na Catedral. A justiÇa estava servida e o mais difícil feito. Infelizmente, a felicidade só durou cerca de dois minutos, porque Vandinho, na sequência de um livre totalmente "caído do céu" para os minhotos, fez o empate e colocava a eliminatória em maus lenÇóis para as Águias. Se existe exemplo de injustiÇa no futebol, este foi mais um grande episódio dessa verdade incontornável!

Óscar Cardozo entendeu que isto era inaceitável e encarregou-se de voltar a pôr o Benfica na frente seis minutos depois, com um belo livre directo à entrada da área e o Estádio da Luz voltava a festejar! Talvez por ter noÇão que a sorte não estava muito virada para o nosso lado esta noite, a equipa baixou as linhas até ao final da partida, procurando gerir melhor a vantagem e não ter tanto caudal ofensivo como até ali, sendo prova disso o menor número de ocasiões para fazer o 3-1.

 

Vitória muito escassa para o Benfica, que parte assim para Braga com a noÇão de que a eliminatória está longe de estar decidida e que vai ter de jogar ao seu mais alto nível para ultrapassar este adversario. São 90 minutos, que separam o Benfica do tão desejado regresso a uma final europeia, 21 anos depois! Mais do que nunca, vai ser precisa a Mística Benfiquista em toda a equipa para atingir Dublin! Eu acredito!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!


publicado por mWo às 00:30
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Abril de 2011

Depois da tempestade...a bonanÇa!

O Benfica empatou esta noite em Eindhoven frente ao PSV a duas bolas e garantiu a presenÇa nas Meias-Finais da Liga Europa, com 6-3 no conjunto da eliminatória! É a 12ª Meia-Final europeia da história do Glorioso, 17 anos depois da última presenÇa nesta fase, então na, já extinta, TaÇa das TaÇas! Fez-se história na Holanda hoje!

 


Com a vantagem de três golos trazida de Lisboa, os Campeões Nacionais entraram com vontade de marcar cedo no Phillips Stadion e praticamente acabar com as esperanÇas de qualificaÇão do PSV. Bem próximo estiveram os jogadores de Jorge Jesus de inaugurar o marcador, mas foi contra a corrente do jogo que os da casa fizeram o 1-0, pelo húngaro Dzsudzsák num bom contra-ataque diga-se. E aqui devo dizer que a equipa esteve mal. Ingenuamente mal! Com a eliminatória nas mãos, o Benfica teria de ter mais inteligência no controlo do jogo e não ser apanhado estupidamente em contra-pé, nas transiÇões dos holandeses. E foi basicamente isso que aconteceu neste primeiro golo! Naturalmente, o PSV empolgou-se com a vantagem e pelo contrário o Benfica abanou inexplicavelmente. De tal modo que o segundo golo da equipa de Fred Rutten, nasce de uma perda de bola comprometedora do meio-campo encarnado, creio que de Carlos Martins, e depois de uma defesa de Roberto e uma passividade assustadora da defesa, Jermain Lens não perdoou e aumentou para 2-0.

 

Quase sem se perceber muito bem porquê, estava instalado o sofrimento nas hostes benfiquistas e o fantasma da eliminaÇão pairava nas cabeÇas de todos. Não porque o PSV estivesse a fazer uma exibiÇão por aí além, mas mais pela intranquilidade e precipitaÇão que o onze de Jesus demonstrava. Felizmente, o PSV não conseguiu aproveitar mais esta fase má do Benfica e foi perdendo o gás até ao final da primeira parte. Mesmo no último lance antes do intervalo, Luisão, mais uma vez com a camisola do Benfica, fez um golo importantíssimo para a equipa e pôs a eliminatória no caminho certo. Um belo gesto técnico do Capitão a aliviar muito o sofrimento da "tempestade".

 

 

Com o importante factor psicológico do golo antes do descanso, o Benfica entrou muito mais confiante na segunda parte e finalmente a controlar de forma segura e afirmativa a partida. Notava-se que era apenas uma questão de tempo até o empate surgir, e foi na sequência de um belo lance de César Peixoto (que grande jogo!), que o esquerdino sofreu falta na área holandesa e na conversão da respectiva grande penalidade, Óscar Cardozo fez o 2-2 e matou por completo a eliminatória. Até ao culminar do jogo, os Campeões Nacionais controlaram de forma imperial os escassos intentos do PSV e a igualdade manteve-se, embora tenha ficado a sensaÇão de que a vitória estava perfeitamente ao alcance, se o Benfica tivesse acelerado mais. Mas pronto, a passagem às "Meias" estava assegurada!

 

Segue-se agora na próxima fase o Sp.Braga, que eliminou com muito mérito o Dinamo de Kiev. Está garantida uma presenÇa portuguesa na final de Dublin e claro, espera-se que seja a do Benfica! Vai ser difícil sem dúvida, mas sinceramente o sonho está cada vez mais a tornar-se realidade e acredito plenamente que estes últimos 180 minutos vão ser ultrapassados com muita raÇa, querer e ambiÇão!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!

 


publicado por mWo às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

Goleada escassa!

O Benfica recebeu e venceu esta noite, no Estádio da Luz, o PSV Eindhoven por claros 4-1, na 1ªmão dos Quartos-de-Final da Liga Europa, e deu um enorme passo rumo às Meias-Finais da competiÇão. Foi uma excelente exibiÇão dos Campeões Nacionais, num jogo onde por incrível que pareÇa o resultado acaba por ser lisonjeiro para a equipa holandesa, tal foi a superioridade do Benfica esta noite.

 


Foi mais uma noite europeia histórica na Catedral, preenchida com mais de 60000 espectadores, com um encontro entre dois históricos do futebol europeu e com velhas contas a ajustar. Que benfiquista não estava com a "espinha" da final da TaÇa dos Campeões de 1988 encravada? Mesmo eu, que só nasci um ano depois, tinha essa atravessada! E pela exibiÇão realizada, até parecia que os próprios jogadores do Benfica queriam vingar essa desilusão de 23 anos.

A primeira parte foi extraordinária por parte da equipa de Jorge Jesus, com uma atitude fantástica e novamente com uma qualidade de jogo brilhante, a fazer esquecer completamente a decepÇão do passado Domingo e a vulgarizar totalmente o segundo classificado do campeontao holandês. Foram muitas as oportunidades de golo para as Águias, que só por falta de eficácia e algum azar à mistura, não chegaram ao intervalo com uma vantagem superior ao 2-0, obtido por golos de Pablo Aimar e Eduardo Salvio já nos últimos dez minutos do primeiro tempo.

E quem pensava que no início da segunda parte o PSV iria pressionar à procura de reduzir a desvantagem, enganou-se completamente pois o Benfica entrou com o mesmo ritmo, não dando a mínima hipótese à equipa de Fred Rutten e foi com naturalidade que Salvio bisou e fez o 3-0 aos 52 minutos. O avolumar do score podia ter sucedido mais que uma vez, ao longo  mas a bola parecia não querer entrar mais na baliza de Isaksson. Como se costuma dizer "quem não marca, sofre" e num lance infeliz (mais um!...) de Roberto, o PSV reduziu para 1-3 e pode-se dizer que voltou à discussão da eliminatória. O sentimento de injustiÇa substituía o sentimento de exaltaÇão nas hostes benfiquistas, mas felizmente foi por poucos minutos, pois mesmo no término da partida, e após mais uma grande jogada de Maxi Pereira (que falta fez no Domingo!...), Saviola fez de forma brilhante o 4-1 final e colocou um pouco mais de verdade no jogo e na eliminatória.

 

Embora a vantagem seja muito boa para a 2ªmão daqui a uma semana, não se pode fazer a festa antes do tempo e é precisa a mesma atitude e determinaÇão na Holanda, para definitivamente garantirmos a presenÇa nas Meias-Finais da Liga Europa. Eu acredito plenamente que lá estaremos! O sonho de Dublin está cada vez mais perto!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!


publicado por mWo às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 2 de Abril de 2011

PSV: adversário ao nosso alcance (análise ao Twente-PSV)

 

Jogou-se esta tarde/noite o jogo grande da jornada 29 da Liga Holandesa, entre o Twente, do grande Michel Preud'Homme, e o PSV, o nosso adversário nos Quartos-de-Final da Liga Europa. Em jogo estava a lideranÇa da competiÇão e a equipa do Twente conseguiu superiorizar-se aos visitantes de Eindhoven e venceu por 2-0.


Obviamente interessou-me mais observar a performance do nosso próximo oponente na Liga Europa, e devo confessar que fiquei algo surpreendido pela negativa com a exibiÇão dos orientados por Fred Rotten. A primeira parte foi algo equilibrada, embora com ligeiro ascendente do Twente, até porque competia aos da casa ir atrás da vitória para ultrapassar o ponto de desvantagem na classificaÇão. Poucas vezes o PSV criou perigo e sempre que o fez dois homens estiveram sempre em foco: Dzsudzsák e Jeremain Lens, os dois alas da equipa.

 

Se na primeira parte o equilíbrio foi a nota dominante, a segunda mostrou um Twente claramente melhor perante um PSV que me pareceu sem ideias e muito desgastado fisicamente. E é preciso dizer que a equipa de Preud'Homme deu-se ao luxo de deixar o seu melhor jogador, na minha opinião, o costa-riquenho Bryan Ruiz, no banco uma hora(!). E foi precisamente a partir da entrada de Ruiz que o PSV foi completamente encostado às cordas pelo Twente, que chegou com naturalidade ao 2-0 final, desperdiÇando ainda algumas ocasiões para o terceiro. Creio que os aspectos fundamentais que tirei deste jogo podem-se resumir a isto:

  • Excessiva dependência da equipa de Dzsudzsák e Lens, a nível ofensivo. Embora não tenham alinhado por lesão Ola Toivonen e Danny Koevermans, nota-se que as movimentaÇões ofensivas dos holandeses resultam muito da inspiraÇão dos seus dois alas. O avanÇado titular no 4-3-3 de Fred Rotten foi o sueco Marcus Berg, que esteve muito apagado no encontro. É um típico ponta-de-lanÇa escandinavo, muito forte fisicamente, mas com algumas limitaÇões a nível técnico.
  • Sem Toivonen, que é o médio mais ofensivo normalmente usado, o meio-campo do PSV fica muito previsível na minha opinião. Engelaar e o canadiano Hutchinson são muito posicionais e poucas vezes se aventuram no meio-campo adversário. As funÇões atacantes comberam hoje a Otman Bakkal, um médio forte fisicamente mas que sinceramente me parece algo limitado a nível de construÇão de jogo. Não faz esquecer Toivonen.
  • Quanto à defesa, é claramente o ponto mais fraco deste PSV. Se os laterais Erik Pieters e o búlgaro Manolev me parecem bons jogadores, com boa seguranÇa defensiva e, principalmente o segundo, com grande atrevimento ofensivo, os centrais da equipa de Eindhoven são algo fraquinhos. O veterano Wilfred Bouma é o menos inseguro, talvez com a sua experiência a disfarÇar melhor as suas debilidades. O brasileiro Marcelo deu a entender que é claramente o elo mais fraco. Forte fisicamente é verdade, mas muito lento e duro de rins, demonstrando ser algo permeável quando a velocidade da partida aumenta.
  • O sueco Isaksson é sem dúvida um bom guarda-redes, não sendo por acaso titular do PSV e da selecÇão do seu país.

Concluindo e com toda a sinceridade, o Benfica tem grandes chances de chegar às meias-finais da Liga Europa, mas é preciso que esteja ao seu melhor nível!


publicado por mWo às 22:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Março de 2011

Empate com sabor a Quartos!

O Benfica empatou esta noite no Parque dos Príncipes frente ao Paris SG a uma bola, na 2ªmão dos Oitavos-de-Final da Liga Europa e garantiu a qualificaÇão para os Quartos-de-Final da competiÇão pelo segundo ano consecutivo! Foi uma bela partida realizada pelos Campeões Nacionais na capital francesa, perante um adversário muito valoroso e perante uma imensa moldura humana portuguesa no apoio à equipa, muito importante nesta qualificaÇão!


 

Foi uma primeira parte difícil para a equipa de Jorge Jesus, que frente a um Paris SG muito dinâmico e perigoso ofensivamente, sobretudo após a meia-hora, não conseguiu esplanar o seu jogo e sentiu algumas dificuldades para suster os parisienses. E aqui devo dizer que muito contribuiu para isso, a má exibiÇão de Maxi Pereira no primeiro tempo, tendo sempre muitas dificuldades em parar o melhor jogador do PSG, na minha opinião, Nenê, que desequilibrou em muitas situaÇões. Os primeiros 25 minutos foram muito equilibrados, com as duas equipas sem arriscarem muito e demonstrando muito respeito pelo adversário. Na sua primeira verdadeira ocasião de golo, as Águias foram felizes e adiantaram-se no marcador num belo remate de longe por parte de Nico Gaitán, à passagem dos 27 minutos. Estava conseguido o precioso golo fora e o caminho do apuramento comeÇava a ficar bem traÇado!

Curiosamente, foi a partir do golo do argentino que os gauleses tomaram conta das rédeas da partida e colocaram a nossa equipa em muitas dificuldades. ErdinÇ e, sobretudo, Nenê nos seus ataques rápidos, puseram a defensiva encarnada em apuros e foi após uma assistência do avanÇado turco, que Bodmer igualou o score aos 35 minutos, num belo remate à entrada da área. Daí até ao intervalo, devo dizer que estava a ver as coisas mal paradas, pois o Benfica parecia desorganizado e algo intranquilo, errando muitos passes e com demasiada precipitaÇão na hora de defender. Felizmente, o descanso chegou com a igualdade.

 

O segundo tempo trouxe um Benfica totalmente diferente e para melhor. Os Campeões Nacionais entraram muito mais organizados e coesos, não permitindo praticamente nenhuma chance de perigo aos da casa, e ao mesmo tempo criando boas oportunidades de fazer o segundo golo, que matava completamente a eliminatória. Apesar das alteraÇões efectuadas na equipa e com o cansaÇo de Gaitán e Cardozo sobretudo, o Benfica dominou as operaÇões durante a maioria do tempo e apenas nos instantes finais, o Paris SG colocou em perigo a baliza de Roberto, com lances áereos e de ressaca, mas sempre com o espanhol a travar bem as intenÇões dos franceses.

 

 

O Benfica está nos Quartos-de-Final da Liga Europa pelo segundo ano consecutivo e o sonho do regresso a uma final europeia cresce cada vez mais na NaÇão Benfiquista! Dublin está apenas a 4 jogos de distância e se mantivermos os mesmos níveis de determinaÇão, confianÇa, qualidade de jogo e com alguma sorte à mistura, o Benfica pode com toda a certeza acreditar plenamente na conquista deste troféu!

 

Para acabar, saudar mais uma vez, com grande orgulho, os cerca de 30000 gloriosos adeptos que estiveram no Parque dos Príncipes! É muito deles esta qualificaÇão! Um grande bem haja!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!


publicado por mWo às 22:00
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Março de 2011

38000 chamas imensas a iluminar o Parque dos Príncipes!

Bem, pelos vistos não são 30000 que amanhã vão apoiar o Benfica no Parque dos Príncipes...são 38000! E quem o diz é o prestigiado "France Football", numa das suas últimas notícias publicadas no seu sítio na internet:

 

<<L'ambiance s'annonce chaude jeudi soir au Parc des Princes. Près de 38 000 supporters du Benfica sont en effet attendus dans l'enceinte parisienne pour le match retour face au PSG, annonceRMC. La majorité de ces fans sont originaires de la région parisienne. Pour la deuxième fois de la saison, après le match face à l'OM (victoire du PSG 2 buts à 1), le Parc des Princes affichera complet. Rappelons que le PSG a été battu 2-1 à l'aller au stade de la Luz.>>(link).

 

Independentemente de quantos forem amanhã, é isto que é o Sport Lisboa e Benfica! A grandeza não se compra, conquista-se com muita honra e valores! Simplesmente MAIOR do que Portugal! O MAIOR CLUBE do MUNDO! Que orgulho! VIVA o BENFICA!!!




publicado por mWo às 18:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Março de 2011

Mais uma "remontada" dá vantagem para Paris!

O Benfica recebeu e venceu esta noite o Paris Saint-Germain por 2-1, na 1ªmão dos Oitavos-de-Final da Liga Europa, e vai assim em vantagem para o encontro da 2ªmão, na próxima semana na capital de FranÇa.

 


Foi uma primeira parte muito equilibrada no Estádio da Luz, com boas oportunidades de parte a parte e com momentos de bom futebol. A equipa parisiense mostrou-se muito perigosa nas transiÇões ofensivas e criou muitas dificuldades à defensiva encarnada, que foi apanhada algumas vezes em contra-pé. É também verdade que Luisão e, especialmente Sidnei, cometeram erros que não são muito normais e que puseram em alarido a seguranÇa, não só da equipa, mas de todo o público presente na Catedral. Foi numa dessas jogadas rápidas que o Paris SG se adiantou no marcador, por intermédio de Luyindula, à passagem dos 15 minutos. Mais uma vez e pelo 4º jogo consecutivo na Luz, o Benfica via-se a perder!

A reacÇão nos minutos seguintes não foi a melhor e notou-se um claro nervosismo nos jogadores encarnados. Muitos passes falhados, demasiada ânsia em resolver os lances ofensivos e alguma descoordenaÇão nos processos de jogo diga-se. Cerca de 10 minutos antes do intervalo, o Benfica comeÇou a assentar melhor o seu jogo e após algumas oportunidades de golo desperdiÇadas, foi com naturalidade que Maxi Pereira empatou a partida num belo golo, aos 42 minutos. Pode-se dizer que foi justo ser o lateral uruguaio a fazer o tento, tendo em conta que na minha opinião foi o melhor elemento dos Campeões Nacionais nos primeiros 45 minutos.

 

No segundo tempo, talvez pela primeira parte de elevado ritmo realizada pelas duas equipas, o jogo foi muito menos intenso e mais jogado a meio-campo, com as oportunidades de golo a escassearem, sobretudo para o lado francês. Com as entradas de Franco Jara e Pablo Aimar, o Benfica tomou totalmente conta da partida e só a falta de eficácia não valeu a vantagem no marcador. Um momento relevante no jogo também foi uma clara grande penalidade não assinalada a favor dos Encarnados, em que o defesa Makonda derruba claramente Saviola, que ficava em excelente posiÇão de marcar. Como é que foi possível o árbitro checo não ver aquilo?! Parece que até na Europa temos de levar com estas tretas!

Aos 81 minutos, Franco Jara num excelente remate à entrada da área gaulesa, colocou finalmente justiÇa no marcador, tal estava a ser o caudal ofensivo do Benfica na segunda metade da segunda parte. O mais importante estava alcanÇado: a preciosa vantagem para a segunda mão em Paris, na próxima Quinta-Feira.

 

O sonho europeu do Glorioso continua bem vivo e na próxima Quinta-Feira no Parque dos Princípes, com o grande apoio da enorme comunidade emigrante portuguesa, o Benfica tem todas as possibilidades de confirmar o apuramento para os Quartos-de-Final da Liga Europa, pelo segundo ano consecutivo!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!


publicado por mWo às 23:15
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 8 de Março de 2011

Historial do Glorioso nas competiÇões internacionais

 

Na próxima Quinta-feira, no jogo 333 da grandiosa história internacional do Sport Lisboa e Benfica, vamos todos apoiar os nossos jogadores em mais uma difícil etapa da Liga Europa, rumo ao sonho de todos nós: a presenÇa em Dublin no dia 18 de Maio!

 

VIVA o S.L.BENFICA!!!


publicado por mWo às 13:28
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

.mWo

Orgulhoso membro do Grupo
"Cosme Damião...O Espírito
Benfiquista!"
Photobucket


O nosso grande desejo,
o nosso grande apoio!
Photobucket


Glorioso para Sempre!
Photobucket


Os 5 Gloriosos
Jogos da minha vida
Photobucket


Maior Que Portugal
Photobucket


Página no Facebook
Photobucket
O meu outro estaminé

Photobucket




Sócio nº
178136


Contacto electrónico:
slbbwo@gmail.com





Photobucket

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Athletic Bilbao: um exemp...

. Que tristeza...

. Na frente, mesmo com tant...

. Depois da tempestade...a ...

. Goleada escassa!

. PSV: adversário ao nosso ...

. Empate com sabor a Quarto...

. 38000 chamas imensas a il...

. Mais uma "remontada" dá v...

. Historial do Glorioso nas...


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
.Causas do Blog


VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Photobucket
Photobucket

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.mais comentados

.pesquisar

 
origem

Hino do Glorioso


Photobucket


O Meu Ídolo

Photobucket

.Blogs Gloriosos


Aliança Benfiquista

JuniorNeves: Um Glorioso Artista

Os meus outros clubes


.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds