Quinta-feira, 14 de Abril de 2011

Depois da tempestade...a bonanÇa!

O Benfica empatou esta noite em Eindhoven frente ao PSV a duas bolas e garantiu a presenÇa nas Meias-Finais da Liga Europa, com 6-3 no conjunto da eliminatória! É a 12ª Meia-Final europeia da história do Glorioso, 17 anos depois da última presenÇa nesta fase, então na, já extinta, TaÇa das TaÇas! Fez-se história na Holanda hoje!

 


Com a vantagem de três golos trazida de Lisboa, os Campeões Nacionais entraram com vontade de marcar cedo no Phillips Stadion e praticamente acabar com as esperanÇas de qualificaÇão do PSV. Bem próximo estiveram os jogadores de Jorge Jesus de inaugurar o marcador, mas foi contra a corrente do jogo que os da casa fizeram o 1-0, pelo húngaro Dzsudzsák num bom contra-ataque diga-se. E aqui devo dizer que a equipa esteve mal. Ingenuamente mal! Com a eliminatória nas mãos, o Benfica teria de ter mais inteligência no controlo do jogo e não ser apanhado estupidamente em contra-pé, nas transiÇões dos holandeses. E foi basicamente isso que aconteceu neste primeiro golo! Naturalmente, o PSV empolgou-se com a vantagem e pelo contrário o Benfica abanou inexplicavelmente. De tal modo que o segundo golo da equipa de Fred Rutten, nasce de uma perda de bola comprometedora do meio-campo encarnado, creio que de Carlos Martins, e depois de uma defesa de Roberto e uma passividade assustadora da defesa, Jermain Lens não perdoou e aumentou para 2-0.

 

Quase sem se perceber muito bem porquê, estava instalado o sofrimento nas hostes benfiquistas e o fantasma da eliminaÇão pairava nas cabeÇas de todos. Não porque o PSV estivesse a fazer uma exibiÇão por aí além, mas mais pela intranquilidade e precipitaÇão que o onze de Jesus demonstrava. Felizmente, o PSV não conseguiu aproveitar mais esta fase má do Benfica e foi perdendo o gás até ao final da primeira parte. Mesmo no último lance antes do intervalo, Luisão, mais uma vez com a camisola do Benfica, fez um golo importantíssimo para a equipa e pôs a eliminatória no caminho certo. Um belo gesto técnico do Capitão a aliviar muito o sofrimento da "tempestade".

 

 

Com o importante factor psicológico do golo antes do descanso, o Benfica entrou muito mais confiante na segunda parte e finalmente a controlar de forma segura e afirmativa a partida. Notava-se que era apenas uma questão de tempo até o empate surgir, e foi na sequência de um belo lance de César Peixoto (que grande jogo!), que o esquerdino sofreu falta na área holandesa e na conversão da respectiva grande penalidade, Óscar Cardozo fez o 2-2 e matou por completo a eliminatória. Até ao culminar do jogo, os Campeões Nacionais controlaram de forma imperial os escassos intentos do PSV e a igualdade manteve-se, embora tenha ficado a sensaÇão de que a vitória estava perfeitamente ao alcance, se o Benfica tivesse acelerado mais. Mas pronto, a passagem às "Meias" estava assegurada!

 

Segue-se agora na próxima fase o Sp.Braga, que eliminou com muito mérito o Dinamo de Kiev. Está garantida uma presenÇa portuguesa na final de Dublin e claro, espera-se que seja a do Benfica! Vai ser difícil sem dúvida, mas sinceramente o sonho está cada vez mais a tornar-se realidade e acredito plenamente que estes últimos 180 minutos vão ser ultrapassados com muita raÇa, querer e ambiÇão!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!

 


publicado por mWo às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

Goleada escassa!

O Benfica recebeu e venceu esta noite, no Estádio da Luz, o PSV Eindhoven por claros 4-1, na 1ªmão dos Quartos-de-Final da Liga Europa, e deu um enorme passo rumo às Meias-Finais da competiÇão. Foi uma excelente exibiÇão dos Campeões Nacionais, num jogo onde por incrível que pareÇa o resultado acaba por ser lisonjeiro para a equipa holandesa, tal foi a superioridade do Benfica esta noite.

 


Foi mais uma noite europeia histórica na Catedral, preenchida com mais de 60000 espectadores, com um encontro entre dois históricos do futebol europeu e com velhas contas a ajustar. Que benfiquista não estava com a "espinha" da final da TaÇa dos Campeões de 1988 encravada? Mesmo eu, que só nasci um ano depois, tinha essa atravessada! E pela exibiÇão realizada, até parecia que os próprios jogadores do Benfica queriam vingar essa desilusão de 23 anos.

A primeira parte foi extraordinária por parte da equipa de Jorge Jesus, com uma atitude fantástica e novamente com uma qualidade de jogo brilhante, a fazer esquecer completamente a decepÇão do passado Domingo e a vulgarizar totalmente o segundo classificado do campeontao holandês. Foram muitas as oportunidades de golo para as Águias, que só por falta de eficácia e algum azar à mistura, não chegaram ao intervalo com uma vantagem superior ao 2-0, obtido por golos de Pablo Aimar e Eduardo Salvio já nos últimos dez minutos do primeiro tempo.

E quem pensava que no início da segunda parte o PSV iria pressionar à procura de reduzir a desvantagem, enganou-se completamente pois o Benfica entrou com o mesmo ritmo, não dando a mínima hipótese à equipa de Fred Rutten e foi com naturalidade que Salvio bisou e fez o 3-0 aos 52 minutos. O avolumar do score podia ter sucedido mais que uma vez, ao longo  mas a bola parecia não querer entrar mais na baliza de Isaksson. Como se costuma dizer "quem não marca, sofre" e num lance infeliz (mais um!...) de Roberto, o PSV reduziu para 1-3 e pode-se dizer que voltou à discussão da eliminatória. O sentimento de injustiÇa substituía o sentimento de exaltaÇão nas hostes benfiquistas, mas felizmente foi por poucos minutos, pois mesmo no término da partida, e após mais uma grande jogada de Maxi Pereira (que falta fez no Domingo!...), Saviola fez de forma brilhante o 4-1 final e colocou um pouco mais de verdade no jogo e na eliminatória.

 

Embora a vantagem seja muito boa para a 2ªmão daqui a uma semana, não se pode fazer a festa antes do tempo e é precisa a mesma atitude e determinaÇão na Holanda, para definitivamente garantirmos a presenÇa nas Meias-Finais da Liga Europa. Eu acredito plenamente que lá estaremos! O sonho de Dublin está cada vez mais perto!

 

SaudaÇões Benfiquistas e VIVA o BENFICA!!!


publicado por mWo às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 2 de Abril de 2011

PSV: adversário ao nosso alcance (análise ao Twente-PSV)

 

Jogou-se esta tarde/noite o jogo grande da jornada 29 da Liga Holandesa, entre o Twente, do grande Michel Preud'Homme, e o PSV, o nosso adversário nos Quartos-de-Final da Liga Europa. Em jogo estava a lideranÇa da competiÇão e a equipa do Twente conseguiu superiorizar-se aos visitantes de Eindhoven e venceu por 2-0.


Obviamente interessou-me mais observar a performance do nosso próximo oponente na Liga Europa, e devo confessar que fiquei algo surpreendido pela negativa com a exibiÇão dos orientados por Fred Rotten. A primeira parte foi algo equilibrada, embora com ligeiro ascendente do Twente, até porque competia aos da casa ir atrás da vitória para ultrapassar o ponto de desvantagem na classificaÇão. Poucas vezes o PSV criou perigo e sempre que o fez dois homens estiveram sempre em foco: Dzsudzsák e Jeremain Lens, os dois alas da equipa.

 

Se na primeira parte o equilíbrio foi a nota dominante, a segunda mostrou um Twente claramente melhor perante um PSV que me pareceu sem ideias e muito desgastado fisicamente. E é preciso dizer que a equipa de Preud'Homme deu-se ao luxo de deixar o seu melhor jogador, na minha opinião, o costa-riquenho Bryan Ruiz, no banco uma hora(!). E foi precisamente a partir da entrada de Ruiz que o PSV foi completamente encostado às cordas pelo Twente, que chegou com naturalidade ao 2-0 final, desperdiÇando ainda algumas ocasiões para o terceiro. Creio que os aspectos fundamentais que tirei deste jogo podem-se resumir a isto:

  • Excessiva dependência da equipa de Dzsudzsák e Lens, a nível ofensivo. Embora não tenham alinhado por lesão Ola Toivonen e Danny Koevermans, nota-se que as movimentaÇões ofensivas dos holandeses resultam muito da inspiraÇão dos seus dois alas. O avanÇado titular no 4-3-3 de Fred Rotten foi o sueco Marcus Berg, que esteve muito apagado no encontro. É um típico ponta-de-lanÇa escandinavo, muito forte fisicamente, mas com algumas limitaÇões a nível técnico.
  • Sem Toivonen, que é o médio mais ofensivo normalmente usado, o meio-campo do PSV fica muito previsível na minha opinião. Engelaar e o canadiano Hutchinson são muito posicionais e poucas vezes se aventuram no meio-campo adversário. As funÇões atacantes comberam hoje a Otman Bakkal, um médio forte fisicamente mas que sinceramente me parece algo limitado a nível de construÇão de jogo. Não faz esquecer Toivonen.
  • Quanto à defesa, é claramente o ponto mais fraco deste PSV. Se os laterais Erik Pieters e o búlgaro Manolev me parecem bons jogadores, com boa seguranÇa defensiva e, principalmente o segundo, com grande atrevimento ofensivo, os centrais da equipa de Eindhoven são algo fraquinhos. O veterano Wilfred Bouma é o menos inseguro, talvez com a sua experiência a disfarÇar melhor as suas debilidades. O brasileiro Marcelo deu a entender que é claramente o elo mais fraco. Forte fisicamente é verdade, mas muito lento e duro de rins, demonstrando ser algo permeável quando a velocidade da partida aumenta.
  • O sueco Isaksson é sem dúvida um bom guarda-redes, não sendo por acaso titular do PSV e da selecÇão do seu país.

Concluindo e com toda a sinceridade, o Benfica tem grandes chances de chegar às meias-finais da Liga Europa, mas é preciso que esteja ao seu melhor nível!


publicado por mWo às 22:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.mWo

Orgulhoso membro do Grupo
"Cosme Damião...O Espírito
Benfiquista!"
Photobucket


O nosso grande desejo,
o nosso grande apoio!
Photobucket


Glorioso para Sempre!
Photobucket


Os 5 Gloriosos
Jogos da minha vida
Photobucket


Maior Que Portugal
Photobucket


Página no Facebook
Photobucket
O meu outro estaminé

Photobucket




Sócio nº
178136


Contacto electrónico:
slbbwo@gmail.com





Photobucket

.Maio 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Depois da tempestade...a ...

. Goleada escassa!

. PSV: adversário ao nosso ...


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
.Causas do Blog


VAMOS ACABAR COM AS IMBECILIDADES
Photobucket
Photobucket

.arquivos

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

.mais comentados

.pesquisar

 
origem

Hino do Glorioso


Photobucket


O Meu Ídolo

Photobucket

.Blogs Gloriosos


Aliança Benfiquista

JuniorNeves: Um Glorioso Artista

Os meus outros clubes


.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds